voltar ao topo

Envie por email Fechar

21.02.2017

OSCAR 2017: MELHORES FIGURINOS

A premiação mais famosa do cinema mundial acontece em Los Angeles, no próximo domingo. E como a gente adora moda, o prêmio de melhor figurino é um dos mais aguardados da noite. Este ano, a disputa na categoria é entre os filmes “La La Land”, “Jackie”, “Florence: Quem É Essa Mulher?”, “Aliados” e “Animais Fantásticos e Onde Habitam”.

Enquanto esperamos para conhecer o vencedor, o blog faz uma #ThrowbackTuesday com todos os figurinos de filme incríveis que, levando a estatueta ou não, merecem todo o destaque – e nosso amor eterno.

Tem Cleópatra, com a musa Elizabeth Taylor; o incrível musical “Moulin Rouge”; a Maria Antonieta de Sofia Coppola, que usa tênis; a beleza delicada de “Memórias de uma Gueixa” e muito mais.

Clique na galeria e relembre tudo com a gente!

fechar
comente
Sem comentários

Faça seu comentário

Comentário enviado com sucesso.
Aguarde a moderação.

fechar

Comente
  • Cleópatra: todas as nuances da história da Rainha do Egito foram retratados no filme, com direito a drama, romance e todo o luxo e riqueza pelos quais Cleópatra também ficou famosa. O longa arrematou dois prêmios do Oscar: melhor atriz, para a musa Elizabeth Taylor e melhor figurino.

  • O Grande Gatsby: a refilmagem de Baz Luhrmann também arrematou uma estatueta de melhor figurino, apostando pesado no glamour dos anos 20. Destaque para os vestidos à la melindrosa usados pela personagem de Carey Mulligan.

  • Memórias de Uma Gueixa: além da trama com veia dramática, o filme traz um viés interessante sobre a cultura japonesa, incluindo os costumes, a comida, os rituais de beleza e as roupas, é claro. Ganhou o Oscar de melhor figurino. A gueixa Sayuri aparece sempre impecável, com quimonos de seda, joias e outros adereços.

  • Mad Max Fury Road: com clima Girl Power até o último fio de cabelo, o filme tem um cenário pós-apocalíptico com figurino à altura. Couro, metais, tecidos rasgados e até pedaços de celulares fizeram parte das criações. O resultado: uma estatueta para a figurinista Jenny Beavan.

  • Maria Antonieta: a rainha da França ganhou ares pop, com direito a tênis no quarto de vestir e Strokes na trilha sonora. Cheio de exageros, o figurino ainda conta com vestidos bufantes, babados, perucas, maquiagem colorida e muito mais. Oscar de figurino merecido.

  • Moulin Rouge: o musical de Baz Luhrmann se passa no cabaré mais famoso de Paris e não economiza nos brilhos e glamour das roupas – especialmente da protagonista, Satine. Além de ser lindo, o visual burlesco e sexy na medida do figurino rendeu uma estatueta ao longa-metragem.

  • As Aventuras de Priscilla, a Rainha do Deserto: a cômica história de drag queens em meio ao deserto australiano ficou ainda mais incrível graças às roupas nada discretas das personagens. Inclusive, os bodies, paetês, penas e cores servem como inspiração para fantasia neste Carnaval.

  • Titanic: a história do navio mais famoso do mundo traz contrastes entre figurinos luxuosos e simples, de acordo com os personagens. Smokings, chapéus, seda, brilhos e, é claro, as joias – como não lembrar do colar de Rose?

  • O Que Terá Acontecido a Baby Jane?: no clássico, as divas Bette Davis e Joan Crawford são irmãs e rivais que disputam pela fama e desfilam pelas cenas com looks marcantes, modelos estruturados e tecidos super sofisticados, marcas dos anos 60.